Unidade de Emergência de Biblioterapia – UEB

Comunicado

  • A leitura é uma atividade fundamental para o desenvolvimento do ser humano, sendo transversal a todas as formações e currículos;
  • A situação epidemiológica tornou difícil o desenvolvimento de competências nesta área e fragilizou emocionalmente os leitores;
  • O verbo ler é como o verbo amar, precisando haver uma motivação interior para este ato;
  • É fundamental todo o leitor encontrar o equilíbrio emocional, sendo a leitura um aliado muito forte.

Tendo em consideração que:

A Biblioteca Escolar do AESL, Autoridade de Leitura da Unidade de Emergência de Biblioterapia, irá dinamizar sessões de combate às dificuldades de leitura, a todas as formas de desespero, tristeza e falta de esperança. Para além do serviço “Casa Aberta” na biblioteca, onde os técnicos de biblioterapia prestarão todo o apoio aos utentes, serão dinamizadas sessões ao domicílio, isto é, sala de aula, pelo que os responsáveis no terreno irão começar com toda a brevidade os agendamentos destas sessões com o grupo-turma e professor para poder ser receitado o Guia de Tratamento para cada leitor.

A Unidade de Emergência de Biblioterapia aconselha a leitura atenta do folheto “Ler + Saber” (posologia do medicamento) que se encontra junto da nossa colaboradora Sónia, no 1.º piso da EBSSL e que pode ser lido mais abaixo.

Biblioteca Escolar AESL, 8 de fevereiro de 2022

Apresentação

Como tudo começou:

Como tudo andou…

“Técnicas do Centro Qualifica: Ai, Sr.ª Dr.ª, depois da consulta e ao ler o livro que receitou, já me sinto muito melhor… as mulheres do meu livro passaram por tanto e sofreram tanto. Ainda estou a tomar a medicação, mas já me sinto muito melhor.

“Enfermeira: Quem tem pulseira vermelha vai ser atendido já pela Sr.ª Doutora. A seguir vão os que têm pulseira amarela e os que têm pulseira verde, podem, se assim desejarem, ir à consulta na Biblioteca.
Um Aluno: Mas eu quero ser atendido agora!!!
Enfermeira: Então tens que ir para as vagas. Serás o primeiro a ser atendido, depois dos vermelhos e dos amarelos.
Alunos: EU TAMBÉM QUERO! EU TAMBÉM! QUEM VAI SOU EU…
Equipa de Biblioterapia: Calma, há consultas para todos!

“Aluna: Senhora Enfermeira, pode pôr-me pulseira amarela?
Enfermeira: Mas tu tens pulseira verde porque tens lido alguns livros este ano… Não podes esperar pela consulta na Biblioteca?
Aluna: Não. É que eu leio, mas ainda não gosto de ler… acho melhor ir à Sr.ª Doutora agora… para resolver já o meu problema. Ponha-me a pulseira amarela.
Enfermeira: Ok, tens razão!

“Agora devem aviar a receita na Grande Farmácia (Biblioteca Escolar…)”

“Alunos: Não gosto de ler, não quero ler, não quero saber de livros para nada…
Doutora: Calma! Eu vou receitar, depois tu decides tomar ou não. Ok?”
Passadas somente 4 horas…
Aluna: Doutora, já li 50 páginas e estou a adorar”

A principal cura vem de dentro de cada um, mas cabe-nos a nós, professores, ajudar cada aluno a encontrar dentro de si, o caminho para a encontrar 🙂

Fase seguinte

Medicação autorizada pela Biblioteca Escolar

Com toda a sua boa vontade e a esperança de que todos leiam e sejam mais felizes, a Biblioteca Escolar autoriza a administração do medicamento LER cuja informação terapêutica se apresenta abaixo:

Grande Farmácia

Presencialmente ou online, poderás encontrar o melhor medicamento para ti.

Consulta o Catálogo Coletivo da Rede de Bibliotecas Escolares de S. João da Madeira: