“Portugal colorido”

Era o dia de Santo António! Corriam todos para a biblioteca. Era um grupo de alunas e uma meia dúzia de alunos dos 5º e 6º anos que, em azáfama, preocupados, se dirigiam à biblioteca para vestirem o traje já previamente definido, para o concerto final de ano. Trajes à moda antiga retratando os trabalhos e profissões dos inícios do século passado! O concerto começou com as habituais saudações feitas pela senhora Diretora e pela senhora Presidente do Conselho Geral. A Leonor do 6ºA, muito segura de si, deu as boas vindas. “Boa tarde, sejam bem-vindos ao nosso Concerto de Final de Ano Portugal Colorido. Por este palco irão passar os alunos de 2.º ciclo do nosso agrupamento, alunos de Educação Musical, que irão mostrar que a música faz parte do nosso sangue e que o nosso país e a sua música são inconfundíveis! Portugal é mesmo muito variado, muito colorido, cheio de cores e sons. Iremos interpretar músicas de norte a sul de Portugal, incluindo as ilhas. A nossa música tradicional é inconfundível! Para além de viajarmos pelas músicas do nosso país, iremos apresentar a história do 6.ºD incluída no livro “Histórias da Ajudaris 2023”, quando estes alunos estavam no 5.º ano. A Ajudaris é uma instituição de solidariedade social já com uma longa tradição a ajudar os outros. O livro estará à venda no final do nosso concerto, no átrio do auditório…. E claro, podem pedir um autógrafo aos alunos do 6.ºD”.

Depois, a Nilsa e a Anny do 6ºD leram o texto que tinham ajudado a contruir no ano anterior. Neste momento, entra o cortejo organizado à entrada do auditório. À frente, a professora de Educação Musical, devidamente trajada a tocar acordeão, o Afonso do 11ºD a acompanhar na viola, seguindo-se os alunos do 6ºA  com os instrumentos musicais, tradicionais, ferrinhos, bombo, reco-reco, pandeiretas e tamborim e  as alfaias e outros utensílios que envergaram com muito brio. Atrás, seguiam duas filas de alunos das restantes turmas, entusiasmados com a festa. E assim chegaram ao palco decorado com os cravos de abril em cestas de verga, vestígios ainda da comemoração dos 50 anos da revolução, onde a Lúcia do 6ºD, os esperava. E anunciou : “O programa desta tarde irá apresentar o nosso país através das músicas das diferentes regiões que o constituem. Iremos do Minho ao Algarve, passando pelas nossas ilhas, através da música do nosso país!” O Vítor do 5ºD, o Davi do 6ºD e o Rafael do 6ºA foram introduzindo as diferentes províncias agrupadas. A dada altura, tinha-se acabado de cantar “A moleirinha” da Beira Baixa, e eis que é anunciada a leitura de uma parte do poema “Esta Língua Portuguesa” de José Jorge Letria, neste ano em que se comemoram os 500 anos do nascimento de Camões, grande poeta português que cantou a história do nosso país, lido pela Maria Filipa e pela Francisca do 5ºB.

Solistas? Também os houve. O Davi do 6ºD, com a sua voz fresca de barítono, entoou “Eu ouvi o passarinho” do Alentejo e encantou a plateia. A Benedita do 5ºB deu as despedidas e, já depois de se ter passado pela Ilha da Madeira, aterrou-se nos Açores  para cantar “Dorme, dorme meu menino” com a solista de voz doce e cristalina, Estela do 6ºB.

Depressa chegou-se ao fim.

E novamente em cortejo, os alunos abandonaram o palco, cantando e tocando, tocando e cantando…

Palmas, palmas, muitas palmas para o “Portugal colorido”, seus atores, cantores e músicos!

No átrio, os escritores deram autógrafos.

E foi mais uma tardada de música, alegria e poesia!

Resta agradecer mais uma vez, aos obreiros deste tão rico evento, senhor Fernando, professores e zeladores.

Obrigada aos pais e encarregados de educação pela presença e apoio.

À Direção, obrigada pelo carinho, abertura e pronta disponibilidade.

Visits: 24

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

YouTube
YouTube
Instagram
Skip to content